Controle Y



Intimidade Intimida?

Tem que ter intimidade para Transar?

Controle Y Illustration Gay

Quando ele mandou a mensagem “cheguei”, percebi que eu não sabia nada do Cézar além da sua posição sexual. Vi fotos do pau mas não sabia nem o signo.

– Quer beber algo? Perguntei.
– “Não bebo!”

AI.CA.CE.TE! Nunca tive um date sem álcool. Peguei uma cerveja e dei um Yakult para ele na tentativa de descontrair. Ele fez um furo no fundo do Yakult e ficou chupando…Depois de muito silêncio e espera de atitude alheia, finalmente nos beijamos. Foi um beijo tipo Listerine: chega onde a escova de dente e o fio dental não alcançam. Em seguida transamos muito. Foi ótimo!

Apos obrigá-lo a tomar banho junto comigo (para não dar oportunidade dele me roubar), ele dormiu em casa.
Não sei o que me assustou mais: ele me abraçar para dormir ou que ele ter apneia do sono.

O gay roncava profundamente e de repente parava de respirar. Achei que ele iria morrer a qualquer momento! Será que um cadáver pelado na minha cama desvalorizaria o imóvel?
Já de manhã, o celular do Cézar tocou e com um selinho bem frio ele se despediu.

Encontrei o Cézar um tempo depois e ele fingiu que não me conheceu. Você chupou a bunda do Yakult e a minha, e não vai me dar um oi???
Engraçado como transar já não é mais sinônimo de intimidade.

PodCast

Episódio disponível em todas plataformas de streaming. É só procurar por Controle Y!

Ouça em outras plataformas:   Spotify   |   Deezer   |  Apple Podcast   |    Google Podcast   |   Anchor (gratuito)

Instagram: @controle_y